Atividades realizadas

Na Sala Oracular, trabalho com os seguintes serviços:

  • Quiroanálise
  • Numerologia
  • Tarô, búzios e runas
  • Curso de análise das cartas: “Porque as cartas funcionam?”
  • Leitura mítica de seu mapa astral
  • Benzimentos com arruda e pétalas…

Dentre os tarôs que trabalho, cito o tarô cigano, o tarô mitológico, o tarô de Waite e o tarô dos orixás, utilizando de técnicas específicas para cada um deles. Em um primeiro momento da consulta, sou totalmente intuitiva e digo o que meu ser oracular enxerga diante de cada indivíduo. Logo em seguida, uso técnicas para analisar uma questão colocada.

Defendo a ideia de que a mântica é perfeitamente possível, já que  somos parte de um todo. O universo se pronuncia de vários modos e um deles é através dos arquétipos.

A Quiroanálise, por sua vez, é um modo de visualizar a pessoa de acordo com as linhas de sua mão. A mão ativa, aquela que você escreve, diz muito sobre o seu momento presente. O que mais me fascina nas mãos é que para além das linhas e pontos específicos, a mão também apresenta montes planetários – percebo, assim, a importância do mito contido em cada planeta e só então faço o que denomino leitura mítica”.

Para mim, o mundo Oracular é impressionante: Os Búzios jogados por mim tem a cor e voz de minha ancestralidade. O momento mais especial é a procura pelos benzimentos. A arruda é a mais procurada: tem uma associação com proteção, amuleto e uma crença de que ela afasta males.

Benzimentos com Arruda

Que erva é mais cheirosa e delicada que a Arruda? Muitas culturas a usavam como protetora. A missão de benzer é uma herança familiar. Benzer como ato de tornar “bento” o outro é sim, para mim, uma missão. É o único rito não cobrado. O benzido deixa a gratificação que quiser. No Brasil, a arruda foi associada aos rituais africanos. Na época colonial, Jean De Bret em sua pintura Viagem Histórica e Pitoresca ao Brasil retrata, entre outras coisas, o comércio da arruda (realizado pelos negros africanos) que era vendida como amuleto para trazer sorte e proteção. Era usada sempre presa as pregas dos turbantes. Mulheres portuguesas também faziam uso, escondendo a erva entre os seios.

A arruda é protagonista de várias histórias: Na Idade Média já era usada como amuleto para afastar o mal. Willian Shakespeare, em sua obra Hamlet, escreve:

Hamlet diz à rainha, Ofélia – Eis a arruda para vós e também para mim, poderemos domingo tomá-la e chamá-la Erva da Graça, usareis vosso ramo de arruda com diferença…

Fazendo assim alusão à “erva sagrada dos domingos”.

Há também relatos que tanto Michelangelo quanto Leonardo da Vinci, usaram os poderes metafísicos da arruda para melhorias em seus trabalhos criativos.

23 Responses

  1. Pingback: Homepage
  2. Pingback: inner trading
  3. Pingback: Eco fleece hoodie
  4. Pingback: Engagement rings
  5. Pingback: Durban
  6. Pingback: best Seo Aylesbury
  7. Pingback: Anônimo
  8. Usually whenever you perception the anecdote, you come to seek out that the anecdote was flat out improper or factors to an issue you probably can’t clear up. A pupil of Domenichino, he was most in sympathy with classical art, nevertheless he additionally appreciated the Baroque, and enriched his narratives with anecdote and vivid detail. Burns’s handmade tableaux – in sort and use of narrative anecdote – are very like the work of fellow Houstonian, Invoice Davenport. Now, nevertheless, we will admire the subtlety and unexpectedness of his framing, and the complicated interaction he so usually achieves between anecdote and type. Qualitative inquirers examine a number of anecdotes for patterns, insights, and which means.

  9. Pingback: affordable seo
  10. Pingback: modern furniture

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>